top of page

Viradouro anuncia o seu enredo: “Arroboboi, Dangbé”


A Unidos do Viradouro divulgou no final da tarde desta quinta-feira, 20, o seu enredo para 2024: “Arroboboi, Dangbé”, sobre a energia do culto ao vodum serpente. Criado e desenvolvido pelo carnavalesco Tarcísio Zanon, o enredo foi divulgado nas mídias sociais com o seguinte texto:


“Alafiou!

Caminhos abertos. A predição do oráculo revela a permissão e prenuncia tempos de luta e vitória!


Em 2024, a Unidos do Viradouro levará para a avenida o enredo “Arroboboi, Dangbé”, sobre a energia do culto ao vodum serpente. Força que se manifestou desde épicas batalhas na Costa Ocidental da África e que influenciou as lutas das guerreiras Mino, do reino de Daomé, iniciadas espiritualmente pelas sacerdotisas voduns, dinastia de mulheres escolhidas por Dangbé.


A energia do culto se estabelece no Brasil com a instalação de terreiros na Bahia por Ludovina Pessoa, sacerdotisa daomeana que veio com a missão de perpetuar a crença nos voduns. Ludovina também se torna liderança nas irmandades católicas e na formação do que hoje é o candomblé Jeje. Essa linhagem tem como referência o Terreiro do Bogum, centenário templo religioso em Salvador, dedicado à Serpente.


À luta, Viradouro!


Arroboboi! Salve o Espírito Infinito da Serpente!”


Das 12 Escolas de Samba do Grupo Especial, apenas quatro ainda não anunciaram os seus enredos para 2024: Vila Isabel, Beija-Flor, Unidos da Tijuca e Mocidade Independente. O sorteio para definir a ordem de desfiles do Rio Carnaval 2024 acontecerá na noite de 20 de junho, na Cidade do Samba.

Comentários


bottom of page