top of page

Imperatriz escolhe o samba que contará a saga de Lampião entre o Céu e o Inferno


A comunidade de Ramos festejou a vitória do samba da parceria formada pelos compositores Me Leva, Gabriel Coelho, Miguel da Imperatriz, Luiz Brinquinho, Antonio Crescente e Renne Barbosa. A composição terá a responsabilidade de defender na Avenida o enredo da Imperatriz Leopoldinense para o Rio Carnaval 2023: “ O aperreio do cabra que o Excomungado tratou com má-querença e o Santíssimo não deu guarida”, criado e desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Vieira. A Escola será a quarta a se apresentar na Segunda-Feira de Carnaval, 20 de fevereiro


A festa da Verde e Branco de Ramos aconteceu na noite desta segunda-feira, 17/10. Antes da apresentação dos três sambas finalistas, o público assistiu ao show Estação Leopoldinense, reunindo os segmentos da própria Escola.


A Diretoria da LIESA foi levar o seu abraço à presidente Cátia Drumond. Lá estavam o presidente Jorge Perlingeiro, o vice Hélio Motta, o diretor de Carnaval, Elmo José dos Santos, e o diretor de Marketing, Gabriel David. O presidente da Riotur, Bruno Mattos também prestigiou o evento.


A presidente Cátia Drumond vibrou com o resultado e foi festejada por diversos segmentos da Escola. Quem também estava muito feliz era o carnavalesco Leandro Vieira. Falou sobre o enredo, que aborda a figura de Lampião segundo a literatura de cordel. E comentou sobre a mudança da Imperatriz para um barracão mais espaçoso, na Cidade do Samba, o que possibilitará investir em alegorias com maior volume, além de dispor de mais área para manobras.




(Com informações da Assessoria de Imprensa da Imperatriz – Fotos Henrique Matos/LIESA)

Commentaires


bottom of page