MENU

Paraíso do Tuití

Bandeira da Paraíso do Tuití

Biografia

A origem da Paraíso do Tuiuti remonta às antigas agremiações Unidos do Tuiuti, que participava do carnaval desde a década de 1930, e Paraíso das Baianas. Em 1954, um grupo de sambistas como Nélson Forró e Júlio Matos, encerrou os blocos para fundar a escola de samba. A nova composição herdou as cores amarelo e azul, que mantém até hoje junto da representação de um coroa. Durante o Primeiro Reinado, quando Dom Pedro I governava o país como Imperador, o bairro de São Cristóvão abrigava a residência real. Por isso a escola da região estampou o símbolo em seu brasão.

  • Ano de Fundação: 1952
  • Presidente: Renato Thor
  • Rainha de Bateria: Caroline Marins
  • Carnavalesco: Jack Vasconcelos

Informação do Carnaval 2019

Grupo
Grupo Especial
Dia do Desfile
04/março
Hora do Desfile
01:35

Tema - Enredo

“O Salvador da Pátria”

Samba Enredo

Vendeu-se o Brasil num palanque da praça
E ao homem serviu ferro, lodo e mordaça…
Vendeu-se o Brasil do sertão até o mangue
E o homem servil verteu lágrimas de sangue
Do nada um Bode vindo lá do interior
Destino pobre, nordestino sonhador
Vazou da fome, retirante ao Deus dará
Soprou as chamas do dragão do mar
Passava o dia ruminando poesia
Batendo cascos no calor dos mafuás
Bafo de bode perfumando a boemia
Levou no colo Iracema até o cais
Com luxo não! Chão de capim!
Nasceu Muderna Fortaleza pro Bichim


Pega na viola, diz um verso pra iô iô
O salvador! O salvador! (Da pátria)


Ora, meu patrão, vida de gado desse povo tão marcado
Não precisa de dotô
Quando clareou o resultado
Tava o bode ali sentado aclamado vencedor


Nem berrar, berrou, sequer assumiu
Isso aqui iô iô é um pouquinho de Brasil


O meu Bode tem cabelo na venta
O Tuiuti me representa
Meu Paraíso escolheu o Ceará
Vou bodejar, lá iá lá iá

Ler mais