MENU

Império da Tijuca

Bandeira da Império da Tijuca

Biografia

Fundada em 1940, a escola do Morro da Formiga, no bairro da Tijuca, é resultado da união de componentes das antigas Recreio da Mocidade e Estrela da Tijuca. Os compositores e sambistas Synval Silva e Mário Pereira (Marinho da Muda) estão entre os nomes mais célebres da história da agremiação. A coroa, símbolo da nobreza, ilustrada na bandeira da escola, está relacionada ao termo “império”, bem como os ramos de café e fumo, também contemplados no pavilhão, que representam as riquezas do Brasil na época.

  • Ano de Fundação: 1940
  • Presidente: Antônio Marcos Teles
  • Rainha de Bateria: Laynara Telles
  • Carnavalesco: Jorge Caribé e Sandro Gomes

Informação do Carnaval 2019

Grupo
Grupo de Acesso
Dia do Desfile
02/março
Hora do Desfile
01:35

Tema - Enredo

“Império do Café – O Vale da Esperança”

Samba Enredo

Ventos de dor os trouxeram pra cá
Fé que guiou o destino de tantos
Africanos destinados à saudade
Sol e chuva, a tristeza como par


Nego tá cansado, nego tem que trabaiá


O ouro negro enraiza a escrava lida
E faz o áureo poder deixar o breu
A boa música valsava em poesia
Enquanto o ébano sangue escorreu


Tem batuque, jongo, capoeira
Na mandinga da vovó benzedeira
No terreiro firma o ponto, gira dos meus orixás
Força da fé que dobra o capataz


Ah, passou o tempo, o vale se transformou
A imigrande mágica misturou
Fez renascer a esperança dessa gente
Mãos calejadas fazendo arte
E um aroma de enlouquecer
Unem-se à folclórica verdade
Tanta gente veio conhecer
A luz que protege a alma
À cruz, peço pra me guiar
Se hoje é agronegócio que traz o progresso
O povo agradece e vem cantar


Desce o Morro da Formiga
Meu Império da Tijuca vai à luta
Traz o Vale do Café, negritude de valor
Num lindo rosário de amor

Ler mais